31 de jul de 2012

3ª Etapa do Regional da Serra de Kart tem quase 60 inscritos

 Mantendo a tradição de bons grids, o Regional da Serra de Kart terá no próximo final de semana a sua 3ª etapa no Kartódromo da Farroupilha.



 Apesar da prova não ser mais válida como treinamento para o Sul Brasileiro(transferido para setembro) a relação de quase 60 pré inscritos é garantia de um bom número de pilotos, eis que uma boa parte deles não faz a inscrição antecipada, deixando para fazer isto no dia da prova. 

 A meta é superar os 67 pilotos da etapa que aconteceu em maio, atual recorde do certame. A partir de agora o campeonato com com o apoio do Grupo Uniserv, que será responsável por todos os impressos do campeonato. 

 Outros apoios e benefícios estão sendo negociados, com o objetivo de dar algo mais a todos os participantes.

 Três categorias tem novidades para esta prova.

 A categoria Speed passa a adotar o pneu Speed Vermelho como oficial, fruto de um apoio recebido da fábrica que, além de reduzir substancialmente o custo do jogo de pneus para os pilotos, ainda sorteará um jogo a cada prova até o final do campeonato.

 A categoria Fórmula terá uma reunião ao final dos treinos de sábado com o objetivo de estudar uma divisão interna, a fim de beneficiar os pilotos mais pesados, que no atual regulamento, têm poucas chances de pódium.

 A exemplo da Fórmula, a Parilla Tag também fará uma reunião ao final dos treinos de sábado com o mesmo objetivo.

 Cabe salientar que o Kartódromo de Farroupilha está passando por reformas visando se adequar as novas exigências da CBA.

Segue abaixo, relação de inscritos até o momento:


SPEED
Renan Tonello
Mauricio Stapasolla
Rafael Moreira
Jeferson Valandro
Evangelo Antunes
Camila Valduga
Juliano Seben
Daniel Franceschetti
Armando Brocco Jr
Wagner Casagrande
José A. T. Braga

FÓRMULA
Leonardo T. Freire
Saulo Ramos Fº
Jorge Katczinski
Douglas Balardin
Wagner Jacowenko
Luiz Paulo Machado
Vilson Viapiana
Dudu Moraes
Dirceu Thomé
Paulo Sulzbach
Rodrigo Gonzalez 

TAG
Saulo Ramos Fº
Fernando Pastro
Marlo Binsfeld
Jeferson Abel
Claudir Binsfeld
Francesco Ventre
Rui Perin
Milton Zili
Rodrigo Kubczeswski
Giovani Dalmina
Daniel Farina

FIREBALL MASTER
Saulo Ramos
Guto Germano
Sergio Schunck
Conrado e Nicolas Freitag
Marcos  Rosso
Cezar Cauduro

FIREBALL SPRINTER
Flavio Azevedo
Dayane Petry/Rogerio Fritsch
Alexandre Stefenon
Carlos A. Duarte
Tiago Ferla
Reges Junges
Ariberto Wagener
Daniel Claudino
Paulo Sodré jr.
Cleiton

CADETE
Augusto Rotta
Arthur Vargas
Eduardo Lazzari
Henrique Vieira.

17 de jul de 2012

Regional da Serra 2012 - Uniserv

 A Bepi Kart acaba de fechar um apoio, a partir da próxima etapa do Regional da Serra de Kart,  com a 'UNISERV - Solução Completa em Impressão', a qual fornecerá todo o material impresso das próximas etapas do Regional. A partir de agora será disponibilizado a todo o piloto, em quantidade que for necessária, os resultados das tomadas de tempo e das baterias.
  A Bepi Kart agradece a Uniserv pela iniciativa de apoiar o maior campeonato de kart do RS. Esta parceria vai facilitar a divulgação dos resultados em tempo real.



Lages - SC (08/07/12)


 Segue abaixo algumas fotos da prova do dia 8 em Lages (SC), e um link para visualizar os resultados: 

link: www.mylaps.com/results/showevents.jsp?st=3&org=101631




Regional da Serra de Kart - adendo 004 - Speed Kart


 Segue para download o adendo nº 004/2012, relativo às modificações feitas no regulamento da categoria Speed.
 
 Como já é do conhecimento da grande maioria, a partir da próxima etapa o pneu a ser utilizado será da marca Speed modelo vermelho, novo ou usado.
O adendo oficializa também a alteração no numero de voltas por bateria (17), que já foi adotado na prova passada, através de adendo particular.
 
 Cabe lembrar que no acordo com a fabricante, o custo do jogo de pneu será de $ 360,00 e a cada etapa será sorteado um jogo entre os participantes.

Para descontrair...


Num belo domingo um motor 2T refrigerado a ar, que andava com duas agulhas, uma baixa magra e uma alta gorda, resolve sair dar umas voltas pela pista.



Nas primeiras voltas tudo tranqüilo o piloto está esquentado pneus e andando na boa. Dura pouco tempo o cara começa baixar a bota, entra na reta com o cabo do bura esticado até o talo, cabeçote e cilindro tranquilos com cabelos ao vento. O Sr. Bura, como um barman preparando o cocktail dos Deuses: Etanol + Óleo 2T + Ar, mandando direto na goela do motor. Tudo certo para um Fim de semana perfeito.
A reta está acabando o piloto tira o pé, a borboleta fecha, a agulha de alta para de suprir o motor, o giro vai caindo, está agora em 10 mil RPM, o anel esfregando no cilindro 166 vezes por SEGUNDO e a película de óleo cada vez mais fina.
O clima começa a esquentar, o cabeçote fala pro bura:
- Manda mais óleo Mané!
- Seguinte mano, a de baixa tá magra e tem óleo não! – Responde o bura.
O pistão começa a ficar de cabeça quente:
- Resolvam logo essa parada senão vou perder a cabeça!



Borboleta na posição média /baixa só a agulha de baixa funciona.


Os roletes do pino do pistão estão rezando e querem fugir da gaiola, a biela e o vira que estavam achando tudo COOL começam a ficar preocupados.
O piloto soca o pé no acelerador, alegria geral, a de alta, aquela gorda, entra na parada e as duas agulhas juntas mandam óleo por tudo que é furo do bura mas… De repente aparece um piloto com outro kart a sua frente, o que já era ruim começa a piorar, sim, pois um piloto na frente, o de trás é OBRIGADO a ultrapassar.
Enquanto isso no cárter a coisa está esquentando. A bolacha do vira e a amiga biela não estão achando mais que está tudo COOL, se refrescam na mistura fresca, e lógico, esquentam o óleo que com o aumento de temperatura vai perdendo a viscosidade.
O ciclo se repete, pé no fundo com as duas agulhas trabalhando, refresca um pouco, tira o pé só a de baixa funciona, esquenta. O piloto não consegue ultrapassar, anda colado no pára-choque do kart da frente, a dupla cabeçote e cilindro ficam putos com a situação, no vácuo a coisa esquenta ainda mais.
Dentro do motor, a película de óleo está toda cheia de si se achando cada vez mais esbelta para o desespero do pistão que cada vez mais dilatado e puto da cara grita para o cilindro.
- DILATA, DILATA senão vai dar MERDA!
O cilindro com aquele jeitão de malandro replica:
- Você só pode tá bêbado cara, andou bebendo NITRO? Estamos em pleno vácuo estou quente pacas. Por acaso vc esqueceu que meu coeficiente de dilatação é menor que o seu? Vai procurar tua turma!
Já no limite, o piloto da frente entra nos boxes para um pequeno alívio no reino das peças, de volta com a cara para o vento a coisa resfria um pouco, pena que não por muito tempo, pois o nosso piloto ainda está empolgado, com o rabo cheio de adrenalina começa a cantar:
- Ai, se eu te pego, nossa, nossa…. e nem lembra o que é agulha de alta e de baixa.


Borboleta na posição pé no fundo as duas agulhas funcionam


O pistão já aos berros para o cilindro:
- Cara DILATA agora! É uma ordem!
O cilindro, já de saco cheio esbraveja:
- Ordem? Era só que me faltava! As tuas priminhas de alumínio, as aletas, estão me resfriando, estou contraindo Mané! Se vira nos 30 meu!
O pistão apela pra Senhora Vela:
- Sua vaca, pare de ficar piscando igual a uma penteadeira de puta, dá um tempo, apaga tudo ai, vai dormir!
- Não posso fazer nada, perdi a razão estou apaixonada seguindo os impulsos da ignição! – responde a Senhora Vela toda elétrica.
Todos em coro pedem para a ignição dar umas rateadas, simular mau contato ou fazer qualquer coisa para alertar o piloto.
A distinta senhora MOTOPLAT com mais de 40 anos de excelente trabalho prestado a comunidade kartista, responde com a classe de sempre.
- Senhores, não posso denegrir a honra de minha linhagem. Nós não ficamos doentes, não apresentamos defeito intermitente, funcionamos com 100 % de eficiência até o ultimo suspiro. Não existe meio termo ou é vida plena ou morte. Sinto muito, ainda não chegou a minha hora de partir.
Num ato de desespero o pistão suplica para as agulhas:
- Ô da de baixa, abre um pouco ai, please!
- Qualé cara! Não sou dessas de ficar me abrindo pra qualquer um não. Só me abro pro piloto.
Bem ao fundo deste cenário catastrófico começa a ecoar um leve ping-ping, parece ser um ruído de metal contra metal, o anel resmunga:
-É o diabo arrastando as correntes do inferno, é para onde todos vamos se eu continuar me esfregando no cilindro com pouco óleo.
- Valha-me minha Deusa Ísis! O que é isso? Exclama a pirâmide apavorada e novata na área.
- Não disse, não disse? Agora é uma questão de tempo, pra ser mais exata, de segundos – diz a Biela.
A pirâmide começa a chorar e a se lamentar. – Sou muito nova para virar múmia.
O som que era baixinho começa a tomar conta do espaço, era o som do temido "Grilo", prenúncio de morte eminente, com o motor grilando todos já estavam condenados…
Trinta segundos depois o pistão fala com voz pastosa:
- Eu avisei cambada de boca de burroooo esssstouu perdendoooo massssaaa encefáliiiicaaaaa!
Os pequenos pedaços da cabeça do pobre pistão começam a se infiltrar na canaleta do anel, na gaiola, entre as bolinhas do rolamento e tudo gera cada vez mais calor. O fim está próximo.
Está tudo quente, muito quente começando a derreter. De repente não mais que de repente e por um breve momento, silencio mortal….
O cabeçote com ferimentos leves, o único que sobreviveu para contar essa estória, antes de desmaiar ouve uma voz desesperada vinda lá do fundo do capacete, abafada pelo ruído dos pneus travados queimando no asfalto.
- FUDEU, FUDEU!
 
Texto: Darci e Rodrigo Bmikossiski

3 de jul de 2012

Faeli Regional de Kart 2011 - premiação final

 No último sábado, a Bepi Kart, organizadora do Faeli Regional de Kart/2011, entregou a premiação que estava faltando. 

 Como o regulamento previa, o campeão da categoria Speed (vice neste caso, pois o campeão - Ramon  Matias - abriu mão já que foi campeão na Fórmula 1.6) receberia como prêmio, um teste com um monoposto da Fórmula 1.6.

 Entre todos os pilotos das outras categorias, que fizessem pelo menos 4 etapas, seriam sorteados dois cursos de Pilotagem da Matias Racing School.
Na Fórmula 1.6, o contemplado foi o piloto Alessandro Clezar. Nos cursos de pilotagem, sorte familiar, pois os sorteados foram pai e filho. Claudir e Marlo Binsfeld tiveram o primeiro contato com um carro de competição.
 
 O "circo" foi montado em Guaporé, o dia foi maravilhoso e todos puderam desfrutar de seus prêmios.
 
 O piloto da Fórmula 1.6 Antonio Grasselli, em nome da categoria, cedeu seu carro reserva e assim além do Alessandro Clezar, Marlo e Claudir Binsfeld puderam também sentir o gostinho de pilotar uma fórmula. Além deles, Jeferson Abel, representante da Faeli,  também teve o prazer de acelerar a 1.6. Outros pilotos, interessados na categoria, aproveitaram a oportunidade e também treinaram. Lucas Girotto e Renan Busse.
 
 


 
 
 No Fiesta da Matias Racing School, Marlo e Claudir deram suas primeiras aceleradas e hoje já podem pedir para emitir uma carteira de Piloto de Competição.
 
 
 Desta forma, a Bepi Kart encerra com chave de ouro a premiação do Faeli Regional de Kart, certame que colocou a serra gaúcha de volta no mundo do kartismo.
 
 O Regional da Serra de Kart, prossegue nos próximos dia 04 e 05 de agosto. Até lá. Obrigado à Fórmula 1.6, à Matias Racing School e principalmente à Faeli Industria Serigráfica , pelo indispensável apoio ao campeonato de 2011.